BBB 24: Festa de Bia expõe indiferenças e abre questionamentos. Resumo!
29/02/2024

A tão sonhada festa de Beatriz, líder da semana, flopou aos olhos de boa parte do público e da maioria dos participantes, mas, para ela, foi uma realização. Tanto que a líder propôs um brinde com os únicos que permaneceram com ela: Michel, Mateus, e Yasmin.

Beatriz abriu a garrafa de espumante, serviu, e se emocionou: "A todos os camelôs de todo Brasil!", diz a sister, ao lado dos aliados. Chorando muito, ela ainda beijou cada item da festa, se despedindo.

Já no quarto, a líder seguiu chorando: "Parabéns pela festa, você merece muito. Estava linda, não é?", disse Alegrete, abraçando-a. "Maravilhosa. Linda é pouco, estava exuberante", disparou Michel. "Obrigada por compartilhar esse momento com a gente", agradeceu o gaúcho. "Eu que agradeço, vocês foram os únicos que ficaram comigo até o final", retribuiu a Líder.

Mateus, então, pediu: "Não deixa as coisas tomarem conta, principalmente os pensamentos negativos das pessoas".

Beatriz afirmou que sente medo de algumas coisas e o gaúcho aconselhou: "Faz parte. O medo nos prepara. Se vai muito confiante para as coisas, tu pode cair um tombo".

A fama de fofoqueiro é de Michel, mas o funkeiro tem um forte concorrente: Mateus! Em conversa com Yasmin e Wanessa, o professor contou as opções de voto de Beatriz e Alegrete.

O brother, ao se dar conta do erro, disse para Yasmin e Wanessa o que havia feito: "Falei demais, Yasmin. Falei para Yasmin e Wanessa que Beatriz e Alegrete iam no Lucas", revelou.

Wanessa, então, logo reagiu: "Não pode deixar ele sozinho não. Por que você fez isso? A gente não tinha combinado que ia conversar com ele e falar? Vai chegar de outra forma", pontuou a sister.

"Eu acho que Yasmin já deve ter chegado lá. Eu pedi, ela falou que não ia falar de jeito nenhum, agora se chegar...", ponderou o professor.

Alegrete, por sua vez, observou que Yasmin e Wanessa conversavam durante a festa. Desse modo, mudou o discurso: "Foi uma estratégia minha também falar isso, para elas abrirem os olhos com Lucas, por isso abri essa informação. Eu não falei que Lucas fala de jogo porque eu não sei".

A doceira acrescentou, então, que ele é o "porto seguro" das sisters. Yasmin reconheceu, entretanto, que havia se tornado alvo de Davi: "E eu quero voltar, porque se eu voltar vou falar: é, o fraco voltou", afirmou o professor.

Na sala, Davi observou que Wanessa estava muito quieta e calada, sentada no sofá com almofada no rosto.

O Capoeira, então, indagou o que estava acontecendo.

"Estou confusa em relação ao jogo. Acho que estou errando em alguma coisa, só não sei o que", desabafou a assistente social. "Por que você acha que está errada?", questionou o brother. "Só sinto. Quando eu organizar eu falo", avisou a sister.

Desse modo, o Davi avaliou: "É muito difícil aqui, Wanessa. Eu subestimei o Big Brother", afirmou o professor. Ela discordou e disse que não subestimou, mas não imaginou que ia precisar organizar cada sentimento.

Ao final, Davi aconselhou: "A gente não vive isso em lugar nenhum, não tem curso para isso, não tem preparação prévia para isso. Você pode assistir a todos os episódios de todos os programas e você não vai chegar a um consenso", finalizou o carioca.

Yasmin alertou Mateus sobre o jogo de Leidy. O baiano afirmou que a trancista é, acima de tudo, aliada de Lucas, Yasmin e Wanessa. Desse modo, Mateus concluiu: "Agora vão se unir", opinou.

A bailarina pontuou: "Eles já estavam unidos na mesa da Xepa", relembrou Davi. "Aquilo ali foi uma resposta para outras coisas", completou o Alegrete.

Lucas, então, alertou: "Tomar cuidado com Leidy também. Claro! Ela joga com Lucas, você acha que ela joga com você?", questionou. "Acho que sou prioridade dela", disse Yasmin. "Amanhã ou depois eu vou falar para você: viu? Eu te falei", comentou o baiano.

"Entre salvar ela e nós aqui, não há dúvida", disse Davi. "Entre nós e Lucas, ela salva o Lucas", afirmou Beatriz. "Não está prestando atenção no jogo? Está muito claro isso aí, ela joga com Lucas, Yasmin e Wanessa", completou Michel.

"Na minha opinião, ela é leva e traz. Para mim, ela vem aqui, ouve nossa conversa, fala de jogo com a gente, depois ela vai lá. É o que eu sinto, por isso não me sinto confortável. Quando eu sinto uma coisa, não sei o que é, eu sinto", finalizou o motorista.

AD
Artigo
Flash news